SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL


11 de outubro de 2005

HEMOBA PEDE DOAÇÃO DE SANGUE PARA CRIANÇAS COM DOENÇAS HEMATOLÓGICAS

A Fundação Hemoba está fazendo um apelo à população para doar sangue, num gesto humano e solidário, para as crianças atendidas no ambulatório de assistência hematológica. A fundação espera sensibilizar a população com o apelo, considerando que outubro é um mês repleto de atividades voltadas para as crianças, pelo transcurso do dia dedicado especialmente ao guris.

Amanhã, Dia das Crianças (12 de outubro) tanto o hemocentro quanto os 2 postos de doação de sangue - Pirajá e Iguatemi - estarão fechados. Mas voltarão a funcionar na quinta-feira e a doação na intenção da criança poderá ser feita qualquer dia e em qualquer um dos postos da Fundação Hemoba.

A Fundação Hemoba é uma entidade pública sem fins lucrativos e vinculada à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia que capta e distribui sangue para a rede de hospitais públicos do Estado, destinado a pacientes do Sistema Único de Saúde - SUS. Além disso, o órgão é também referência para o Estado em tratamento de doenças hematológicas (do sangue) e nesse sentido mantém um ambulatório na instituição, que atende entre 2000 a 3000 pacientes por mês, dentre os quais 700 são crianças. São crianças com doenças hematológicas, como hemofilia, anemia falciforme e outras anemias, que vêm de vários municípios para ser tratadas na Fundação Hemoba. Essas crianças necessitam de acompanhamento constante, medicação e outros procedimentos que incluem muitas vezes transfusões de sangue, seus componentes e derivados.

Portanto, doar sangue na Fundação Hemoba com a intenção de ajudar uma criança é importante também porque, na verdade, está se ajudando a várias crianças, já que uma bolsa de sangue pode ser fracionada em quatro componentes: concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas, plasma fresco congelado e crioprecipitado. Os componentes do sangue, uma vez processados, podem ser utilizados em diversas indicações clínicas e, no caso do paciente ser criança, esse fracionamento pode proporcionar o atendimento a um número maior de pacientes ainda. Por isso é que se diz que uma única doação de sangue pode ajudar a salvar várias vidas. Vidas, principalmente, de crianças.

O ambulatório da Fundação Hemoba conta com um médico especialista no atendimento aos portadores de anemia falciforme e um especialista em hemofilia. A unidade realiza consultas, alguns exames laboratoriais para controle e diagnóstico hematológico, faz transfusão de hemocomponentes e fatores de coagulação do sangue, distribui medicamentos de alto custo e ainda presta serviços especializados de odontologia, psicologia, assistência social, fisioterapia, hepatologia, ortopedia e serviço de

enfermagem, para os pacientes acompanhados regularmente.

Para doar sangue na inteção de ajudar uma criança do ambulatório da Fundação Hemoba, o doador deve ter entre 18 anos e 65 anos de idade, peso mínimo de 50 quilos, devem estar descansados e alimentados. Nada de bebida alcoólica por pelo menos 12 horas antes da doação ou comidas gordurosas por pelo menos 4 horas. O candidato não pode apresentar quadro infeccioso para qualquer doença. Todas essas e outras condições

são avaliadas em entrevista clínica antes da doação e checadas em laborátorio, com exames feitos no sangue, após a doação. O candidato também faz exame de hemoglobina para verificar se está anêmico. Ao se apresentar para a doação, o candidato deve apresentar um documento de identificação atualizado. O candidato à doação também pode agendar horário através do call center (0800 71 0900). A Fundação Hemoba também

oferece transporte gratuito, através de parcerias (telefone 3357-0900), para doadores que tiverem dificuldade de se dirigir à instituição.

Veja como e onde doar sangue para as crianças: Hemocentro de Salvador (posto sede da Fundação Hemoba): avenida Vasco da Gama (subida do HGE), de segunda a sexta-feira das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 11h30; Posto Estação de Transbordo Iguatemi: de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 13h; Posto da

Estação de Transbordo Pirajá: de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 17h. Outras informações podem ser obtidas gratuitamente pelo 0800 71 0900 e também no site da Fundação Hemoba www.hemoba.ba.gov.br.

No mês das crianças, dê vida de presente!!!

Hemoba