Acesso Correio Expresso

 


 

 

                              Nossa Missão                              

 

 Prestar assistência na área de Tocoginecologia e Neonatologia com qualidade,
atendendo e superando as expectativas da clientela,

além de servir como área de ensino e pesquisa em saúde.

 

HISTÓRICO IPERBA

 

 

O Instituto de Perinatologia da Bahia – IPERBA foi fundado em 11 de novembro de 1975, com recursos obtidos através de doações de grupos suíços, com o objetivo de atender à população carente e servir como maternidade escola vinculada a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, sob a administração da Fundação Bahiana para Desenvolvimento da Medicina.

 

Funcionou como maternidade modelo e pólo de especialização para médicos do INAMPS pela disponibilidade e qualidade dos recursos, na vanguarda da tecnologia aplicada às especialidades de Obstetrícia, Pediatria Neonatal, Ultrassonografia (3º serviço instalado no Brasil), Motorização Fetal, Pesquisa Bioquímica Fetal e Aminiótica, Alojamento Conjunto.

 

A partir da década de 80, pela falta de recursos, a maternidade entrou em processo de declínio na estrutura física e de equipamentos tendo sido fechada em fevereiro de 1988. Continuou o atendimento ambulatorial ao pré-natal e ultrassonografia.

 

O Governo do Estado, diante do histórico de 9.000 casos/ano atendidos e da declaração da Fundação Bahiana para o Desenvolvimento da Medicina de não dispor de recursos para a continuidade do atendimento, publicou, em Diário Oficial, o Decreto 834/1987 desapropriando o móvel a fim de adotar providencias necessárias à reforma do espaço físico, retorno do atendimento à população e exercitar o ensino e a pesquisa.

 

A maternidade ficou desativada por três anos. Em novembro de 1990, as obras começaram e, após 106 dias, foram concluídas. Em janeiro de 1991, o IPERBA foi reinaugurado recebendo na ocasião o nome de seu idealizador o Prof. Domingos Ferreira Machado.

 

Hoje o IPERBA, tem ambulatório especializado para atender nas áreas de pré-natal de risco, ultrassonografia, planejamento sexual e reprodutivo, ginecologia clinica e cirúrgica, mastologia, uro-ginecologia, prevenção do câncer uterino e de mama, serviço social, enfermagem, psicologia e estimulação precoce.

 

Na área hospitalar atende na sua emergência de obstetrícia e ginecologia a cerca de 250 mulheres/dia, realiza 30 partos/dia, atende mulheres em processo de abortamento e realiza a interrupção de gestação nos casos previstos em lei (violência e risco de vida para a mulher).